09 junho 2011


CÉLULA

Transpirar a vida de forma
encandescente,
inalar desejos ardentes,
sentir nos lábios a doçura,
brilhar nos olhos a paixão pura,
viver cada instante pulsando alegria,
abraçar o horizonte num impulso,
criar asas e cair para o alto,
mergulhar mo mar
num êxtase profundo,
ser canção que eleva
o amor a outros mundos.

Catarina Poeta

1 comentários:

Daisy disse...

Amiga, voltei! Desta vez com um blogue público para que todos possam ver as minhas escritas, se não te recordas quem sou, sou a menina do blogue: Na escada do Arco íris! Para variar, muito bom o teu blogue! ;)

Postar um comentário