21 fevereiro 2011


Intenção

Ao teu olhar de adeus
transmito meu riso,
o meu querer constante,
o meu amor desenfreado
para ofuscar-lhe o medo,
a incerteza do depois,
as lembranças de
outra história vivida.
Proponho uma luz intensa,
uma paixão sem medidas,
um entardecer com mistérios,
e a manhã despertada sem dúvidas.
Entrego à tua retina minha alegria,
tatuando meu semblante
em tua memória
para que o fim nunca chegue,
para que o meu olhar no
teu olhar permaneça.

Catarina Poeta

2 comentários:

Jefhcardoso disse...

Olá Catarina Poeta!
Aos amantes toda sensibilidade e eternidade no sentir amado e amar!
Abraço.

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)
Gostaria de lhe convidar para que comentasse a minha crônica “Dois copos com águas”. Ok?
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Nilson Barcelli disse...

"Proponho uma luz intensa,
uma paixão sem medidas,
um entardecer com mistérios,
e a manhã despertada sem dúvidas."
Uma proposta inteligente, tal como todo o poema, que é magnífico.
Gostei imenso das tuas palavras.
Beijos, querida amiga Catarina.

Postar um comentário