15 outubro 2010


POETIZAR



A poesia encurta a distância
do oceano que os separa,
nas emoções sentidas ao vento
no olhar que ultrapassa o horizonte.
O mundo fica pequeno
ao encontrar dois corações pulsantes,
que poetizam a própria vida
alegrando a de outros amantes.
É tão intenso ser poeta,
se lançar sem medo a solidão,
na intensidade das paixões que vive,
ou na suavidade da noite que o acompanha.

Catarina Poeta

5 comentários:

ailedazav disse...

SE Gosto... seu jeito de "poetisar"!!!
Revejo-me no seu expressar ..."è tão intenso ser poeta..."

Bjão
Volto sempre AKI...
aileda/adeliavaz

Fabinho disse...

Um bom trabalho poético ilustrado com uma beleza de imagem.

Gosto muito, parabéns!

Tenha um bom fds!

tossan disse...

A suavidade da noite...Nem a distância que separa a geografia impedem a beleza da sua poesia. Beijo

railer disse...

realmente poetizar encurta distâncias.

natsaude disse...

É espetacular ler as poesias com os cinco sentidos: olhando, sentindo, ouvindo, tateando e degustando suas palavras!!! Ler esta autora é entrar no estado de "hiperconsciência" da alma. É subir ao Kailash e ver ao vivo a Maha Lacshimi bailar. Parabéns.

Postar um comentário