07 maio 2010

TEMPO

Enquanto soprar o ventoe a brisa da noite
acariciar as flores...
eu te amarei.
Enquanto as ondas
eclodirem nas rochas
e a gaivota plainar
sobre o mar...
eu te amarei.
Enquanto a primeira
estrela do dia
raiar no horizonte
e a lua eternecer
o coração dos amantes...
eu te amarei.
Enquanto minha inspiração
encontrar a poesia
na tua lembrança
e no teu olhar o meu sorriso...
eu te amarei.
Enquanto a folha cair,
num ato breve...
eu te amarei.

Catarina Poeta

2 comentários:

tossan® disse...

Pura! Linda! Beijo

Nilson Barcelli disse...

"Acendo-me
na chama que acumulas em ti
quando me desfraldas em carícias
e te embalo nos meus braços,
como se neles tudo fosse inaugural.
"

Querida amiga Catarina, obrigado pelos seus comentários.

Beijo.

Postar um comentário