04 março 2009


ABSTRAÇÃO

Teu olhar me embriaga
e me aprisiona
numa dimensão
onde sou livre,
num intenso

paradoxo azul.
Flutuo solta e feliz...
Não encontro limites.
Transmuto-me
e permuto no ar,
com asas invisíveis.
Teu olhar me inspira.

Catarina Poeta

6 comentários:

railer disse...

ultimamente tem um olhar me inspirando muito...

ลndreia disse...

Os olhares são sempre assim...*

mariam disse...

Catarina,
muito bonito!!

ainda hibernante, passei para lhe desejar um resto de dia (que 'dizem' ser da Mulher!) muito Feliz! seguido de muitos outros não menos fantásticos!

deixo um abraço, o sorriso de sempre e saudades!
mariam

A.S. disse...

Um olhar... pode mudar o curso de uma vida!...


Beijos...

Nilson Barcelli disse...

Há olhares assim.
Aproveite-o.... embriague-se, flutue, inspire-se...
Belo poema querida amiga. Gostei imenso das suas palavras.
Beijo.

Roberta disse...

Olhares...olhares...

Parabens Catarina , seu blog foi um grande achado!!
adorei seus poemas.

beijos

Postar um comentário