03 dezembro 2008

HISTÓRIAS DO COTIDIANO...

Há muito tempo atrás o jornalista e dramaturgo Pedro Bloch tinha uma página na revista Manchete com o título “Criança diz cada uma...”. Contava histórias engraçadas e inusitadas acontecidas com crianças que passavam pelo seu consultório. Outro dia, vivenciei umas cenas com crianças e me diverti muito lembrando do Bloch. E me lembrei ainda das travessuras dos meus sobrinhos quando pequenos e também dos meus alunos, pois sou educadora e tive bons momentos com as crianças no decorrer de minha vida.
Recentemente, vivenciei duas cenas que fariam o Bloch dar gargalhadas:
A primeira: Vinha eu caminhado em uma movimentada rua de Floripa e à minha frente iam a mãe e a filha de 3 anos de idade. Passando em frente a um muro todo pintado com gravuras de animais da fauna brasileira, a mãe inocentemente exclamou: - Cuidado filhinha! Não chegue perto que o jacaré vai te engolir. E a menininha, com aquele olhar de espanto e de pura inteligência, respondeu para a mãe: - Engolir eu?! Você não tá vendo que é apenas uma pintura na parede? O jacaré é de mentira! E a mãe respondeu: - Claro que eu sabia que era de mentira... só estava testando você!
A segunda: Estava eu no transporte coletivo, e no banco de traz vinha o pai com uma menininha que devia ter uns 4 aninhos. O ônibus fez uma parada, e ao lado da estrada havia uma casa com dois cachorrinhos da raça pincher, brincando no jardim. O pai ao ver a cena, exclamou para a menina: - Olha filhinha, dois cachorrinhos brincando. Que bonitinhos! E a menina respondeu: - Não papai! São dois ratinhos. (KKKKKKKKKKKK).
É realmente, os pincher miniaturas parecem mesmo dois ratinhos, com todo respeito à raça.
E, como dizia o Pedro Bloch, “Criança diz cada uma....”

Catarina Poeta

Para saber mais sobre o Pedro Bloch, acesse:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u41762.shtml

5 comentários:

Helènic Glauc disse...

Certamente, as crianças dizem a verdade, a verdade daquilo que eles pensam e sentem. Eu, pela minha profissão, eu poderia escrever um livro de anedotas.
Eu ainda amo o seu blog e vou ler de vez em quando.
Saudações.

R.Vinicius disse...

Adoro crianças e adorei as duas histórias :) Lembrei de uma história que a mãe diz - Filha se fizer arte o monstro vem buscar você. E a menina olhou a mãe e disse - Que monstro mãe? Monstro não existe. :)

Criança diz cada uma .. adoro criança, principalmente pela imaginação.

Abraço,

R.Vinicius

railer disse...

eu adoro crianças, adoro estar com elas, brincar e me divertir! e escutar o que elas dizem é sensacional. elas são muito puras e dizem o que pensam, o que sentem. que bom seria se pudéssemos ser assim também.

Lyra disse...

Criança diz cada uma...mesmo!
Participo aqui, com "uma" de uma criança linda:

Uns dias depois de terem explicado à Ritinha (de 3 anos)o que eram as vitaminas, estava ela muito bem com o seu irmão a lanchar e a ver televisão quando ele, sem querer, lhe entornou em cima o seu copo de sumo de laranja, ao que ela responde: Mano, sujaste-me o vestido todo de vitaminicas!

Beijinhos e até breve.

;O)

Lyra

james emanuel disse...

Tudo de muito bom gosto por aqui.

Um abraço.

Postar um comentário