07 julho 2008

CENTELHA

Em mim, o pulsar do sentimento
alcança uma freqüência diferente...
Sou imensamente intensa,
vou aos limites mais profundos,
entrego-me, absurdamente inteira,
e lanço-me sem medo,
naquilo que me inspira

Catarina Poeta

8 comentários:

O Profeta disse...

Intensa...intenso texto...intensos sentires...intensa leitura...


Intenso...beijo

Dois Rios disse...

Os sentimentos pulsam de acordo com a liberdade que damos a eles. Lançar-se sem medo é a razão do diferente pulsar.

Beijo,

João Videira Santos disse...

Importante é sermos o que somos na afirmação do verbo.

Menina do Rio disse...

Imensamente intensa
inteira
inspiração que pulsa
entrega.

Porque só somos nós quando nos damos inteiros...

Um beijo

Ivi® disse...

Es necesario ser muy valiente para hacer realidad tu poema :-)

Gerlane disse...

Temos a forma do sentir e alguns outros pontos em comum.

Belo e intenso poema!

Beijos pra ti!

jguerra disse...

E que bem que fazes. Entregarmo-nos ao que nos inspira deixa-nos sempre tão bem.

mariam disse...

valente!
adorei as palavras...

um sorriso :)

Postar um comentário